Futebol Maranhense

Cordino brinca de fazer futebol

Aquilo que mais temia na temporada 2018 do Cordino vem cada vez mais se consolidando. Depois de um 2017 como um ponto fora curva, os dirigentes da equipe de Barra do Corda estão apodrecendo os frutos que o sucesso do ano passado lhe deram. Com seis jogos oficiais, o clube já vai para o terceiro treinador.

E o pior de tudo: andando em círculos sem ter a mínima noção do que estão fazendo. Começou 2018 fazendo tudo errado. Pré-temporada iniciada muita tarde, não se preparou para históricas participações na Copa do Nordeste e Copa do Brasil (que deram muito dinheiro) e logo foi eliminado.

Pecou em não fazer nenhum esforço para manter Marlon Cutrim, treinador que tirou leite de pedra em 2017. Apostou em uma nova filosofia com Leandro Lago e deu apenas três jogos para descobrir que esse não era o caminho.

Foram incapazes de sequer regularizar os jogadores do clube para o treinador minimamente colocar o fraco time que ele treinou em campo na estreia da Copa do Nordeste. Leandro Lago fez um jogo duro, longe de casa apesar de mandante e sem quatro titulares por culpa exclusiva da diretoria do Cordino.

Conseguiu empatar o jogo, viajou com uma logística ridícula para Paraíba e vendeu caro a vaga apesar de todos os bastidores do clube jogar contra. Depois, na estreia do Estadual, por empatar um jogo em casa contra o Santa Quitéria marcando nos acréscimos foi demitido.

Nova filosofia? Sim era hora de trocar tudo. Chegou o Wemerson Carvalho, que não teve nenhuma participação na montagem do time e entregaram o bonde andando para ele guiar. Fez bom jogo contra o MAC, apesar da derrota, poderia muito bem ter vencido pela atuação que fez, perdeu a classificação para o Náutico nos acréscimos, e venceu o Bacabal. Mas como perdeu um amistoso era hora de mudar tudo.

Mudar não. O termo seria recolocar as coisas em seu lugar, mas com a chance muito grande de ser tarde demais. Até porque as circunstâncias agora  são totalmente diferentes. Neste fim de semana o clube anunciou a volta de Marlon Cutrim depois de fazer birra e bater cabeça para não ter a continuidade do treinador

O clube não quis investir no Marlon Cutrim anteriormente e agora vai gastar muito mais. Mudaram tudo e agora querem dividir a bomba com ele que chega como salvador da pátria. Aliás, parece mesmo que o Cordino não soube usar o bom dinheiro que ganhou. Grana essa que acho que já até acabou, porque nem taxa de arbitragem tão pagando.

Enfim, fico muito triste pelo o que estão fazendo com a Onça de Barra do Corda, pois via no clube o surgimento de uma nova força no futebol maranhense. Porém, nessa toada o destino do até então promissor Cordino já está bem previsível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s