Futebol Maranhense

Novo decreto deve passar borracha em datas de volta do futebol

A Federação Maranhense de Futebol (FMF) já divulgou desde a semana passada um cronograma datando a volta de treinos e jogos no estado, mas tudo isso deverá ter uma borracha passada por cima. Ocorre que o governador do Maranhão, Flávio Dino, já adiantou que fará alterações nas projeções que fez sobre retorno de atividades não essenciais.

A reabertura de diversos setores vem sendo realizada gradualmente e as instituições de ensino iniciariam volta no dia 15 de junho. O que não irá mais acontecer de acordo com Flávio Dino, que nesta segunda (8) irá assinar um novo decreto.

Nesse contexto, o futebol e o esporte em geral deve também ter volta reagendada. Academias e atividades esportivas estavam programadas para iniciarem volta no dia 22 de junho, uma semana depois das escolas, que  como acima já dissemos terá uma nova programação.

O que ainda pode ser mantida é a data de recomeço dos jogos, haja vista que primeiro de agosto ainda estaria distante suficiente para tempo de treinos ainda que eles sejam autorizados só em julho.

Outro ponto que parece passivo de mudança é o início de inscrições e registros. Até aqui marcado para dia 15 de junho, mas que deve ser remanejado para uma semana antes de uma possível nova data para o recomeço dos treinos.

De toda forma, não vejo essas datas como principal adversário para o futebol local e a esperada volta do Campeonato Maranhense. O vilão, na minha concepção, é o custo dos protocolos, que será altíssimo. Ao GloboEsporte.com, o presidente da FMF, Antônio Américo, já falou em 150 mil reais.

Posso até está enganado, mas a FMF não vai conseguir esse apoio que pretende com o poder público. Espero que não, mas, vejo alguns clubes já entregando os pontos e a volta do Estadual pode parar bem aí…

Um comentário em “Novo decreto deve passar borracha em datas de volta do futebol”

  1. Tá difícil, tá ! Tá quase impossível manter o distanciamento, tá !
    Mas é a única alternativa que nos resta ! Correr risco, não é racional para quem precisa recuperar a perda . Pior situação é a do rato : (morre pelado e morre pelado ) .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s