Educação

Fies abre prazo para renovação de contratos firmados a partir de 2018

Foto: Divulgação

Os 128 mil estudantes que contratam o FIES a partir do mês de janeiro do ano passado terão que renovar o contrato até o dia 31 de agosto. O prazo do aditamento para regularização do Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será feito apenas na internet.

Para poder fazer o procedimento, segundo a Caixa Econômica Federal terá que está em dia com os pagamentos. Caso o estudante não tenha pago três semestres seguidos, o contrato poderá ser cancelado.

Na segunda-feira(08), os estudantes que desejam mudar de instituição de ensino devem solicitar a transferência. Também poderão ser feitos os pedidos de encerramento e suspensão do semestre. Mas, se houver pedidos de modificações no contrato, como mudança de fiador, o estudante deve ir em uma Agência da Caixa para fazer tal procedimento com o novo fiador e todos os documentos de ambos.

Novo Fies

O novo Fies, lançado no ano passado, tem modalidades de acordo com a renda familiar. A modalidade Fies juro zero é voltada para os candidatos com renda mensal familiar per capita de até três salários mínimos. Nesse caso, o financiamento mínimo é de 50% do curso, enquanto o limite máximo semestral é de R$ 42 mil e é bancado pelo governo.

Além do juro zero, o Novo Fies oferece a modalidade P-Fies para candidatos com renda familiar per capita entre 3 e 5 salários mínimos. Nesse caso, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito, que pode ser um banco privado ou fundos constitucionais e de desenvolvimento.

O aditamento está aberto apenas para contratos firmados junto à Caixa. O aditamento dos contratos firmados antes de 2018 seguem cronograma definido pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

 

Educação

Colégio Eureca participa do 1° Festival de Futsal realizado pelo Centro Educacional Dom Orioni

Neste sábado, 25/05, o Colégio Eureca participou do 1° Festival de Futsal realizado pelo Centro Educacional Dom Orioni.
O evento contou com a participação de três (3) escolas: Colégio Eureca, Colégio São Marcos e o anfitrião, Centro Educacional Dom Orioni.
Para muitos alunos/atletas foi a primeira experiência com a iniciação ao mundo competitivo do esporte.
Porém, o foco principal do Festival de Futsal era promover a socialização e interação entre seus participantes. E o resultado alcançado foi extremamente positivo e satisfatório. Os jogos foram realizados com muita dedicação e foco pelas equipes, mas também com muito respeito e cooperação.

O evento foi voltado aos alunos na faixa etária dos 7 aos 10 anos de idade.
Pais e mães fizeram a animada torcida por seus filhos, que no final, saíram todos vencedores.
Na avaliação do professor Diego Lindbergh, do Colégio Eureca, “eventos como este ajudam tanto na formação cidadã como atlética dos alunos. A fase de iniciação esportiva é um momento de experimentação, onde as crianças devem viver todas as possibilidades do esporte. Os aspectos de interação, socialização e cooperação devem ser trabalhados de forma a serem um sustentáculo para a introdução á competição. Formar cidadãos, antes de qualquer talento, este deve ser o nosso foco no trabalho com crianças.”

Educação

Cinco motivos para conhecer o Colégio Eureca

O Colégio Eureca iniciou seu projeto 2019 e apresentou esta semana a maneira com que pretende trabalhar seu modelo de educação. Em sua campanha para o novo ano, a escola traz a tona cinco motivos para conhecer o “Mundo Eureca”.

O primeiro passo é conhecer como o Colégio Eureca trabalha a pedagogia ecossistêmica, modelo que é o norte educacional da escola. Na sequência da cronologia o entendimento são os projetos que procuram entender a vida em toda sua plenitude.

Como terceiro passo a musicalidade e todos os seus benefícios. Afinal, quem canta, os males espanta.

A fórmula de trabalho do Colégio Eureca chega ao quarto passo pensando no planeta e em todo povo que vive nele. O quinto e último passo é pensar a tecnologia como ferramenta para humanizar a Terra. Afinal, ciência e homem podem sim andar de mão dadas.

O Colégio Eureca está localizado na Rua Coronel Paiva, nº 9, Qd 55, Jardim Eldorado – Turu. As matrículas estão abertas e o contato pode ser feito pelo (98) 3248 3603.

Educação

Feira do Livro de São Luís: tema, datas, programação e mais detalhes

“A Brasilidade na Cultura Contemporânea” é o tema da 12ª edição da Feira do Livro de São Luís (FeliS), que será realizada de 16 a 25 de novembro, no Multicenter Sebrae. O evento foi lançado nessa quarta-feira (31) e este ano tem como patrono o escritor maranhense Graça Aranha, um dos articuladores da Semana de Arte Moderna, movimento artístico de grande importância para história e a cultura brasileira.

A FeliS é coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e tem como correalizadores o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Social do Comércio (Sesc).

A programação completa do evento já está disponível no site http://www.feiradolivrodesaoluis.com.br/programacao. O maior evento literário do Maranhão chega a 12ª edição com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas e criativas do livro e da leitura.

Feira do Livro de São Luís (FeliS), foi criada pela Lei Municipal nº 4.449, em 2005, com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas e criativas em torno do livro e da mediação da leitura.

Educação

Incrisções abertas para aula magna de Pós-graduação de Gestão e Supervisão Escolar

De acordo com a Constituição Federal de 1988, com a Lei nº. 9.394/96, que trata das Diretrizes e Bases da Educação Nacional e com o Plano Nacional de Educação, a construção da autonomia escolar deve ser resultado da Gestão democrática, através da qual a escola deverá assumir compromisso com a construção de sua identidade. Isso se justifica na medida em que a tendência dessa proposta de curso de especialização latu sensu é superar a divisão social do trabalho pedagógico instaurada na escola básica.

Como as demais instituições torna-se indispensável investir em processos científicos e tecnológicos de modo a conduzir as práticas das escolas a processos gestionários participativo no seio educacional, no sentido de resgatar a base fundante da função social da escola e o compromisso de seus profissionais frente a um contexto que requer habilidades e competências para gerenciar o ensino e a aprendizagem.

O gestor educacional, está habilitado para exercer, tanto as funções pedagógicas, como as os aspectos  administrativos, técnicos, pedagógicos, políticos, financeiros e culturais, através da reconstrução do conhecimento com vistas à produção de políticas públicas, programas e planos referentes as redes/sistemas de que favoreçam o trabalho coletivo e desenvolva compreensão crítica e pedagógica da escola nos vários contextos em que ela atua.

– Coordenador do Curso: Profa. Esp. Natália Almeida: Especialista em Formação de Professores: Teorias, Didáticas e Práticas Escolares. Pós-graduada em Gestão de Pessoas em Ambiente de Mudanças. Consultora de Processos Institucionais do Ensino Superior.  Coordenadora de Estágio da UNDB.

– Perfil do Participante: O curso de Pós-Graduação em Gestão e Supervisão Escolar  destina-se a graduados, pesquisadores, professores, pedagogos e a qualquer profissional que tem o desejo em aprofundar seu conhecimento para desenvolver as competências de liderança no processo de ensino e aprendizagem.

Se quiser se inscrever na pós, é só clicar aqui

Educação

Eureca realiza V Feira Cultural mostrando como cuidar de nosso planeta

O Colégio Eureca realiza na tarde deste sábado (27) a sua V Feira Cultural – Vigilantes: 8 jeitos de cuidar do planeta Terra. O evento será realizado na Quadra Poliesportiva da escola, às 17h.

O objetivo é trabalhar com os alunos valores e direitos humanos e a responsabilidade com a continuidade da vida no Planeta Terra, partindo do princípio que somos apenas uma partícula do universo. Para assim surgir a necessidade de conhecer para preservar, conhecer para questionar, conhecer para respeitar, conhecer para apreender.

As vigilâncias a qual se refere a feira são as seguintes: fauna, flora, habitação, reciclagem, saúde, alimentação, educação e comunicação. Durante a exposição, os alunos do 1º ano estarão realizando a Campanha “DOE UM LIVRO”, com o objetivo de receber doações de livros paradidáticos (novos e usados), que serão doados para escolas carentes.

Educação

Gol de placa de Bárbara Soeiro na educação

A educação ludovicense já pode comemorar mais um gol de placa. De autoria da vereadora Bárbara Soeiro (PSC), foi promulgada na Câmara Municipal de São Luís a Lei n°488, que garante o serviço de assistência psicopedagógica em toda Rede de Ensino da capital maranhense.

A promulgação foi realizada na última sexta-feira (6) e marca uma das bandeiras de Bárbara Soeiro na sua carreira na gestão pública. A vereadora falou sobre o tema e explicou como funciona o processo da nova lei.

– A assistência psicopedagógica vai fazer a função de prevenir, diagnosticar e intervir quando os alunos apresentarem problemas de aprendizado. A implantação desse profissional na Rede Municipal de Ensino vai trazer resultados imediatos e fazer com que a educação e os ensinamentos sejam alcançados por todos das sala de aula – disse a vereadora.

Os estudantes da rede municipal de ensino serão atendidos simultaneamente ao período escolar. De acordo com a lei, a Secretaria Municipal de Educação terá a incumbência do processo psicopedagogo.