Futebol Maranhense

Juve e Sampaio em briga direta, MAC na corda bamba e Imperatriz perdido

Foto: Lucas Almeida/ L17 Comunicação

O recomeço do Campeonato Maranhense 2020 apresentou várias nuances entre os quatro times que entraram em campo neste sábado. O Juventude bateu o MAC por 2 a 0 e o Sampaio bateu o Imperatriz em pleno Frei por 1 a 0

Os gols na cidade de São Mateus foram marcados todos no primeiro tempo. Márcio Diogo e Índio Potiguar marcaram para o Poraquê. O único gol do Sampaio no jogo contra o Imperatriz veio na segunda etapa com Roney.

Com os resultados, o Maranhense tem um briga direta para quem vai terminar como vice-líder. Adversários na próxima rodada Sampaio, com 13, e Juventude, com 12 pontos, lutam em um jogo com cara de mata-mata pelo passaporte direto para semifinal. O Imperatriz caiu para quinto com nove pontos. O MAC se complicou bastante e é o primeiro time acima da zona de rebaixamento com cinco.

Lembrando que o Moto lidera p Estadual com 16 pontos e já garantiu vaga direta na semifinal. Entretanto, a briga pela liderança ainda estará na última rodada com o Sampaio que é o único que pode tomar o topo do time rubro-negro.

A rodada final acontece toda às 15h30 nesta terça-feira (4).

Rodada final

Moto x MAC
Cordino x São José
Juventude x Sampaio
Imperatriz x Pinheiro

Futebol Maranhense

Transmissões por streaming na reabertura do Maranhense 2020

Neste sábado o Campeonato Maranhense 2020 vai recomeçar e o tal dos novos tempos chegou também na comunicação dos times e transmissões de novas partidas. Vamos acompanhar com os clubes irão se comportar já que todas as fichas do momento estão nas transmissões por streaming.

Os dois jogos de recomeço do Estadual, MAC X Juventude e Imperatriz x Sampaio, terão transmissão pelo respectivos mandante.

O Juventude anunciou que fará sua transmissão pela plataforma mycujo no modelo pay-per-view. O custo da partida contra o MAC será de R$ 10,00.

Já o Imperatriz resolveu utilizar o canal da FMF no YouTube. A transmissão da partida contra o Sampaio será gratuita.

Saiba como assistir

Juventude x MAC

https://mycujoo.tv/pt-br/view/event/99254

Imperatriz x Sampaio

https://www.youtube.com/c/TVFMF

Futebol Maranhense

Calma! Elenco montado pelo Sampaio merece o crédito de Condé

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

Ainda de maneira prematura e, pelo que me consta sem nenhum alicerce, muitos torcedores tem criticado bastante as contratações feitas pelo Sampaio. Eu, particularmente, vou na contramão desse raciocínio. Penso que o técnico Léo Condé tem crédito suficiente para pelo menos esperarmos um tempo antes de fazer qualquer juízo.

Não é segredo pra ninguém que o treinador tem em seu perfil a preferência por montagem de um grupo com seus jogadores de confiança e o uso em alta potência de seu banco de dados.

Foi assim em 2015 quando fez um dos times mais competitivos que vi do Sampaio. Com ou sem destaques para os atletas que trouxe. Mas, independente de qualquer subjetividade, definitivamente o mineiro de muita competência compôs um grupo em suas principais valências.

Rodrigo Viana, Marcelinho, Plínio, Dê, Nadson, Moisés, Léo Salino, Douglas… Alguns indiscutíveis, outros nem tanto e alguns o torcedor sequer lembra. Mas o certo é que com destaques individuais ou não o treinador fez um time muito bom coletivamente e por pouco não bateu na Série A.

Por isso, o momento é de usar esse crédito que o treinador tem na Bolívia Querida. Curioso também para além do Brasileirão saber como time vai se comportar no Maranhense. Afinal, essa será a primeira vez na história recente do clube que o Tricolor vai disputar um Estadual com um time da Série B, pois sempre começa a temporada com um elenco e entra o Brasileiro com outro. Por tudo isso é hora de colocar a ficha no Condé.

Futebol Maranhense

Sampaio anuncia nomes da reformulação do elenco 2020

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

Do elenco que começou a temporada 2020, o Sampaio seguirá apenas com doze atletas e a reformulação começou a ter nome e sobrenome oficial. Em uma coletiva bastante conturbada e criticada nas redes sociais por conta de atraso e problemas técnicos, o clube anunciou onze novos jogadores para o elenco que ainda deverá ter mais caras novas.

Como antecipamos, o zagueiro Flávio Boaventura (São Bento-SP), o volante Léo Costa (Patrocinense-MG) e o meia Daniel Penha (Atlético-MG) foram confirmados. Se juntam ao elenco boliviano o goleiro Neguete (URT-MG), os laterais pela direita, Joazi (Uberlândia-MG) e Luis Gustavo (Portuguesa-RJ), que fará sua segunda passagem no Sampaio após ter passado no clube em 2018, o lateral pela esquerda, Marlon (Madureira), o retorno do volante Ferreira, que esteve no clube ano passado (volta após o Paraibano do Atlético-PB), o meia André Luiz (Madureira), e os atacantes Diego Tavares (São Bento-SP) e Jackson (Remo).

O presidente do Sampaio, Sérgio Frota, que CRITICOU com charadas as diversas CRÍTICAS que recebeu deve continuar indo as compras. Um goleiro, um zagueiro e um volante ainda deverão chegar.

ELENCO 2020

Goleiro: João Gabriel, Neguete (URT-MG)
Laterais-direito: Joazi (Uberlândia-MG) e Luis Gustavo (Portuguesa-RJ)
Lateral-esquerdo: João Victor e Marlon (Madureira)
Zagueiros: Lucão, Paulo Sérgio, Marcão, Flávio Boaventura (São Bento-SP)
Volantes: Henrique, Léo Costa (Patrocinense-MG) e Ferreira (volta após o Paraibano do Atlético-PB)
Meias: Eloir, Daniel Penha (Atlético-MG) e André Luiz (Madureira)
Atacantes: Matheus Lima, Gustavo Ramos, Luan Santos, Roney, Thiago Santos, Diego Tavares (São Bento-SP) e Jackson (Remo)

Futebol Maranhense

O start do futebol maranhense

A segunda-feira (6) foi marcada pelo recomeço de atividades de algumas equipes e com a liberação por parte do Governo do Estado os próximos dias serão de início de treinos para as oito equipes da Série A do Maranhense. Quem saiu na frente foi MAC, Sampaio e o Juventude, que deram o play em suas atividades e reservaram estres primeiros dias para testarem atletas, comissões técnicas e funcionários.

As equipes estão anunciado caras novas e devemos ter um literal “Novo Maranhense”. Como essa primeira fase define apenas os rebaixados, a partir da próxima fase deveremos ter um campeonato bem quente, pois as equipes estão reformulando seus elencos pesando também nas competições nacionais.

Vale lembra que o Maranhão este ano tem quatro representantes nas divisões nacionais. O Sampaio na Série B, o Imperatriz na C, e Moto e Juventude na Série D.

O Moto Club já marcou seu retorno para o dia 13 deste mês. As outras quatro equipes ainda não divulgaram data para retomada dos treinos. O Campeonato Maranhense será iniciado no dia primeiro de agosto.

Futebol Maranhense

Sampaio assume erro com Eloir e Paulo Sérgio

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

Mesmo tentando agir como se nada tivesse acontecido, o Sampaio Corrêa assumiu na noite deste sábado (4) o erro que cometeu com os ídolos do clube Eloir e Paulo Sérgio. Depois de rescindir contrato com Eloir e tentar sem sucesso a rescisão de Paulo Sérgio, o Tricolor anunciou um novo acordo com os atletas e divulgou que eles estarão no elenco que retorna as atividades nesta segunda-feira (6).

É mais um cena do filme antes tarde do que nunca. Desde que antecipamos aqui a informação sobre a situação dos jogadores e toda maneira com que foi conduzida a direção do clube recebeu uma chuva de críticas e por conta disso até virou as costas para imprensa e resolveu promover no clube uma lei do silêncio, não permitindo que ninguém fale sobre qualquer tipo de assunto, até mesmo sobre temas corriqueiros do cotidiano do Time do Povo.

O anúncio oficial do novo acerto com Eloir e Paulo Sérgio foi feito na noite deste sábado (4) por meio de uma nota. O clube não deu detalhes do novo contrato que fez com Eloir apesar de ter anunciado a volta do jogador como “renovação”.

O termo também foi utilizado para a permanência de Paulo Sérgio, que o clube chegou a oferecer uma rescisão, que teve uma negativa por parte do atleta. Apesar de ter tratado o anúncio do zagueiro também como “renovação” o Sampaio não respondeu a nossa reportagem se houve um novo contrato ou se a decisão foi pela manutenção do contrato que antes a direção tricolor tentou rescindir.

Entretanto, gerindo bem ou não a tentativa de demissão dos seus ídolos, o importante é que o Sampaio se revolveu de sua decisão e por linhas tortas consertou seu erro nitidamente cometido em plena pandemia. Tomara que ao lado desses pilares a reconstrução do clube alcance êxito.

A ideia é voltar a uma final do Campeonato Maranhense depois de dois anos e minimamente permanecer na Série B do Brasileiro. O que vai render além de status para o clube mais dinheiro na conta.

O Sampaio irá nas próximas horas apresentar suas novas contratações que são guardadas a sete chaves. A reapresentação está marcada para esta segunda-feira, mas, apesar do recomeço de treinos ser depois de amanhã, a assessoria de imprensa do clube diz que ainda não sabe se a atividade será pela manhã, tarde ou noite.

RELEMBRE:

Paulo Sérgio quer conversa “olho no olho” com Frota

Depois de Eloir, Sampaio tenta rescisão com outro ídolo

Exclusivo: detalhes financeiros sobre a saída de Eloir do Sampaio
Futebol Maranhense

A bomba relógio que pode explodir antes do suposto começo do Maranhense

Novas datas foram apontadas pela Federação Maranhense de Futebol como agendamentos para volta de treinos, fim de registros e retorno dos jogos. A FMF marcou inclusive jogos para o interior mesmo tendo apenas, por hora, liberação sanitária para capital, descartando a tal da sede única.

As datas novamente pré-agendadas foram 06/07 para treinos, 04/08 para fim dos registros, 05/08 para recomeço do campeonato e 05/09 para o fim do Estadual. Entretanto, a grande bomba relógio não foi desarmada para aí sim se falar em volta do Campeonato Maranhense 2020: os tais protocolos e testes.

Todo mundo está saindo de fininho quando o assunto é de quem é a responsabilidade de ficar com a fatura dessa conta e, quando ela for cobrada, não vai adiantar ter feito todo um cronograma de retorno se boa parte – ou todos os clubes – não têm a mínima chance de bancar essa conta.

A FMF já disse que vai “tentar ajudar”, mas deixou claro que, na sua teoria, os clubes é que são responsáveis. Ora, se tem deles que não estão pagando metade dos salários atrasados vai bancar protocolo? Quero muito ser surpreendido.

Vale lembrar que os tais testes e tudo aquilo que o cerca são condicionantes para se entrar em campo. Logo, se não fazê-los e o time não entrar em campo, o que leva? W.O?

Outra coisa que preciso lembrar é que não só de jogadores vive uma partida de futebol. Vai de comissão técnica, logística do clube e da partida, equipe de arbitragem, imprensa e diversos operários da bola. Já ouvi dizer que cada um segmento é que vai ter que se virar para apresentar seu teste como se fosse um ingresso para entrar no estádio. Pode? A FMF como promotora do seu principal evento se apresenta como Pôncio Pilatos afinal lavar às mãos está na moda…

Tomara que, como nunca, a FMF e os próprios clubes consigam os tais patrocínios que tanto falam para os protocolos. Afinal, a fé move montanhas… Agora, se as montanhas não se moverem, podemos ter datas jogadas no mar do esquecimento, jogos com nenhum ou um time só e além dos portões fechados nem a imprensa poder entrar para levar o pouco de informação e emoção ao torcedores que cada vez mais sofrem de desilusão. Já imaginou um Maranhense que ninguém viu? Pessimismo? Não sei. Só espero que quem pode não torne este campeonato em um conto de fadas…

Futebol Maranhense

Governador do MA reforça tese de sede única no Maranhense 2020

Foto: Gilson Teixeira

Como antecipado pelo Blog do Afonso Diniz, treinos somente em julho e jogos somente em agosto aqui no estado. As datas devem ser remodeladas pela FMF na reunião desta segunda-feira (22), mas essa não foi a novidade da coletiva do governador Flávio Dino. A novidade mesmo veio à tona depois de nosso questionamento na coletiva.

O governador do Maranhão afirmou que as liberações para treinos e jogos “inicialmente ocorram exclusivamente em São Luís”. O que reforça a tal tese de sede única no restante do Maranhense.

É claro que até lá novos decretos podem ser editados e a situação no interior pode ser amenizadas quanto ao panorama do novo coronavírus. Porém, não é admissível se tomar decisões tão importantes no achismo, no “se” ou no “talvez”. A reunião da FMF precisa ser taxativa sobre esse tema nesta segunda-feira (22) .

Aliás, é hora da FMF e dos próprios clubes do interior buscarem as prefeituras, que tem autonomia para tais liberações se for o caso. Prevejo polêmica e olha que a conta dos testes e protocolos ainda nem chegou. É aí que mora o fio da meada…

Futebol Maranhense

O que precisa ser dito sobre sede única no Maranhense

Desde a última reunião da FMF com os clubes maranhenses o debate da sede única para o restante do Estadual 2020 vem se apresentando no meio esportivo e dividido opiniões de forma dual. O GloboEsporte.com fez inclusive uma enquete e apontou que quase 75% são favoráveis a jogar em uma cidade só, no caso São Luís.

Penso que este é um assunto bastante sensível e a FMF sabe muito bem disso. Tanto, que fez questão até de lançar nota pra ressaltar que a ideia não foi dela e parte de um grupo de clubes. Não se pode esconder que a ideia é polêmica pois daria um tom de favorecimento no meio de uma competição com clubes jogando em sua própria casa. Seria o caso de Sampaio, MAC, Moto e São José, que curiosamente votou contra, apesar de ainda mandar jogos no Gigante do Outeiro da Cruz.

Na última reunião os clubes protagonizaram um empate emblemático: 4 a 4. Sampaio, MAC, Moto e Pinheiro foram favoráveis a sede única, enquanto que, Imperatriz, Juventude, Cordino e São José foram contra.

A FMF não quis conceder o tal voto de minerva e postergou o debate para a próxima assembléia. Segundo a entidade será feito um estudo de viabilidade financeira da proposta. Ora, se já não se tem dinheiro pra testes e protocolos da Covid-19, que dirá…

Esse orçamento a ser levantado é apenas só um ponto do que deve ser avaliado antes de se colocar na mesa uma proposta tão reticente como essa. Creio que algo desse tamanho só deveria ser avaliado se existisse uma unanimidade realmente plena – com o perdão da redundância.

Se existir um clube discordante já acho inviável a realização deste pleito, pois fere uma série de princípios inclusive o estatuto do torcedor. É claro que estamos falando de um novo normal, mas que não entremos na onda de “passar a boiada”. Não queiram justificar tudo nas costas do coronavírus.

Outro ponto que vejo como essencial para isso acontecer é ter todos os jogos com portões fechados. Inclusive e principalmente as finais. Pois não seria justo com um time de outra cidade além de jogar fora ainda encontrar torcida adversária e olha que ele ainda pode ter melhor campanha – vejam só.

Nesse contexto, a não ser que a vigilância sanitária ordene, não vejo intenção da FMF de fazer todos os jogos até a final sem torcida. Os portões devem estar fechados só nessa retomada pelo que tem se desenhado.

Em linhas gerais, por não ter unanimidade, por não ter uma plataforma de recursos suficiente para o tamanho do projeto, por não ter garantia de portões fechados em todos os jogos, eu sou frontalmente contra a proposta. Aliás, ela em si, não tem pé nem cabeça, é só uma vontade de quem quer levar vantagem…

Futebol Maranhense

MAC e São José e a briga bipolar contra a ‘degola’

Clubes e FMF já bateram o martelo que o Campeonato Maranhense 2020 será recomeçado de onde parou e que os tão temidos rebaixamentos serão mantidos. Com isso, o descenso do Cordino está sacramento e a luta contra a ‘degola’ se resume apenas a dois times e uma vaga.

Isso porque o time de Barra do Corda já tem rebaixamento matemático e o no Z-2 se encontra com o Cordino a equipe do São José, que com seus quatro pontos e apenas um jogo a fazer só alcança os sete pontos e tem chances apenas de superar na classificação o MAC, que tem cinco pontos e dois jogos para fechar esta fase do Estadual.

A única partida do Peixe-pedra é fora de casa diante do Cordino. Enquanto que o MAC tem uma partida fora contra o Juventude e um clássico em São Luís diante do Moto.

Detalhe: na reunião promovida pela FMF os únicos clubes que se posicionaram contra a manutenção do rebaixamento foram o Cordino, que já caiu, e o São José, que está na zona. O MAC, que corre risco, não se opôs.

É complicado fazer qualquer tipo de projeção, porque a parada no futebol foi muito grande e este hiato pode, além de trazer novos times em peças, apresentar fatores físicos e psicológicos que esvazie qualquer prognóstico. Entretanto, apesar da dura tabela do MAC, não se pode esconder que ele tem o favoritismo para permanência. Por ter um número de jogo a mais, por depender só de si e por poder escapar até se não vencer.

Não podemos esquecer, apesar disso, que o São José enfrenta um time que já está rebaixado. Eu, aliás, duvido muito que o Cordino, forme um time apenas para esse jogo. Confesso que prevejo um belo de um W.O. O detalhe que vai além disso é que o São José também corre o risco de fazer um time para um jogo só. Porém, o divã do Peixe-pedra é que além de poder escapar da tal ‘degola’ ainda pode consequentemente adquirir uma vaga na fase seguinte. É esdruxulo, mas é o regulamento do Campeonato Maranhense.

Vamos esperar a bola rolar – se realmente for rolar – descobrir quais serão os times que esses clubes nos apresentarão e assistir a principal briga desta fase do Maranhense. A disputa bipolar entre MAC e São José contra a degola será a grande atração da retomada do Maranhense 2020. Porque o resto do campeonato está definido desde que começou e inventaram de seis dois oito times garantirem classificação. O cara que inventou a pólvora perdeu foi feio…