Futebol Maranhense

Paulo Sérgio quer conversa “olho no olho” com Frota

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

O zagueiro Paulo Sérgio quebrou o silêncio e comentou a situação de indefinição que tem vivido com o Sampaio. Em uma live com o jornalista Zeca Soares o jogador disse que espera uma conversa “olho no olho” com o presidente do clube, Sérgio Frota, para tomar uma decisão após não aceitar a proposta enviada pelo mandatário para realizar a rescisão de seu contrato e sua consequente saída da Bolívia Querida.

“Está indefinido ainda. Estou esperando o retorno deles. Tive uma conversa com o diretor jurídico, que eu não aceitei o acordo que eles propuseram pra mim (de rescisão). Estou agora esperando o retorno do presidente, pois eu tenho uma abertura direta com ele. De a gente conversar olhando olho no olho. Estou esperando essa ligação. Breve a gente vai tomar nossas decisões. Se eu sair vai ser bom para mim e para o Sampaio. Vida que segue”, disse o zagueiro na live.

Desde que a proposta de ruptura ao zagueiro e ídolo da Bolívia Queria veio a tona pelo Blog do Afonso Diniz o Sampaio não mais se pronunciou.

Futebol Maranhense

Exclusivo: detalhes financeiros sobre a saída de Eloir do Sampaio

Com absoluta exclusividade, o meia Eloir revelou detalhes financeiros sobre sua saída do Sampaio ao Blog do Afonso Diniz. Segundo o jogador, a proposta feita ao ídolo da Bolívia Querida foi de pagamento apenas dos salários atrasados da temporada e ainda estipulou o pagamento em cinco parcelas.

“O clube acertou apenas o que estava atrasado (integral de março e 50% de abril) parcelado em 5 vezes. Não recebi verbas indenizatórias”, disse o meia que tem vários títulos locais pelo Sampaio, uma trinca de acessos nacionais, três finais de Brasileiro e título da Série D invicto com direito a gol na decisão.

Perguntamos ao jogador se buscaria direitos trabalhistas juridicamente que disse que o sentimento pelo clube fala mais alto. O jogador, entretanto, não escondeu a decepção “Afonso, tenho muito carinho pelo clube. Foram muitos anos de dedicação… O que me deixou muito chateado e triste não foi o fato de rescindir, porque isso faz parte, mas sim a maneira como tudo foi feito. Fui surpreendido com uma ligação do diretor jurídico do clube , no dia 15/05, no meio da manhã, me informando que iam fazer a minha rescisão. Confesso que essa não era a atitude que eu esperava. A única coisa em que estou focado no momento é em seguir em frente”.

Procuramos o Sampaio para falar sobre o assunto, mas não recebemos resposta.

O meia Eloir concedeu uma entrevista ao GloboEsporte.com onde falou além da saída do Sampaio sobre o seu futuro. A bola da vez pode ser o Imperatriz. Confira a íntegra aqui.

Futebol Maranhense

Presidente do Moto fala sobre chance de ter atletas demitidos do Sampaio

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

Com as várias demissões de jogadores do Sampaio, muita gente tem comentado que alguns destes atletas cabem muito bem nas equipes maranhense. Imperatriz, Moto e o próprio Juventude, são os caminhos mais levantados por conta da disputa do Brasileiro que essas equipes vão ter. Neste contexto, o Blog do Afonso Diniz, procurou o presidente da equipe motense, Natanael Júnior, que deixou bem distante qualquer acerto com um desses nomes.

“Por enquanto não, Afonso. Vamos mexer pouco no elenco.”, afirmou Júnior.

Veja a lista dos desligados

Andrey (goeliro), Everton Dias (volante), Ramon (volante), Matheus Steinmetz (atacante), Victor Lube (goleiro), Ricardo Capanema (volante), Chaveirinho (atacante), Thiago Duchatsch (zagueiro) , Kellyton (lateral-dieito) , Abuda (volante), Moisés (goleiro), Neto (meia), Éverton Silva (lateral-direito) e Eloir (meia).

Ex-Moto, o zagueiro Paulo Sérgio teve proposta de rescisão feito pelo Sampaio, mas ainda não entrou em acordo. Outros nomes que estão processo de negociação são o atacante Roney, o zagueiro Marcão e o goleiro João Gabriel.

Futebol Maranhense

Quem vai bancar o protocolo para volta do futebol no Maranhão?

Vejo muita gente forçando a barra e falando pelo cotovelos sobre a volta do futebol mesmo com o Maranhão e todo Brasil empilhando mortos. Pasmem, tem dirigente que defende a tese que nem deveria ter parado. Entretanto, não vejo nenhum destes defensores revelar e bancar um projeto de retorno.

Todos sabemos que a pandemia do novo coronavírus não será encerrada este ano, o que pode acontecer é um remoto controle. Portanto, segundo orientam as autoridades de saúde, para o retorno das praticas esportivas profissionais um protocolo precisa ser realizado. E, para surpresa desses defensores da sangria, isso tem um alto custo.

A pergunta que fica é: QUEM VAI PAGAR ESSA CONTA? Testes contínuos, sanitização, fiscalização, isolamento e pagamento de profissionais de saúde são elementos mínimos que exigirão boas cifras. Muita gente está espelhando o futebol maranhense em clubes milionários do Brasil, que, mesmo assim, vira e mexe recebemos notícias de dívidas. Já compararam também a conta bancária?

Já ouvi falar que clubes e a própria FMF vão recorrer a Secretária Estadual de Saúde para conseguir testes para Covid-19. Talvez eles ainda não tenham visto as filas nas centrais de testes ou não tenham tido um parente que morreu ou, nas graças de Deus, se curou sem mesmo sem ter a certeza que se tratava realmente da Covid-19 por falta de testes na rede pública.

E tem mais basta refletir só um pouquinho. Ora, se nem mesmo o profissionais de saúde, que estão na linha de frente dessa nefasta pandemia, estão conseguindo ser testado… A impressão que tenho é que cortaram a internet desse povo ou desligaram a TV. Incrível!

A não ser que em meio a toda essa crise financeira, com demissões, salários atrasados, reduzidos e muito mais, essas agremiações tenham um bom dinheiro guardado no bolso para tirar o pires da mão, bancar tudo e bater na mesa dizendo que resolvem. Duvido muito….

Enquanto isso…

Maranhão alcançou a marca de 22.786 mil pacientes infectados pelo novo coronavírus, 784 mortes por Covid-19 e 5.271 pessoas curadas pela doença. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado na noite deste domingo (24) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Dos novos casos confirmados, 449 são da Grande Ilha de São Luís, 50 em Imperatriz e 1.096 em outras regiões do Maranhão. Foram registrados 30 óbitos por Covid-19 nas cidades de Anapurus, Carutapera, Mata Roma, Coelho Neto, Brejo, Vitória do Mearim, Imperatriz, Pastos Bons, Santa Quitéria, Paulino Neves, Timon, Tutóia, Paço do Lumiar, Barra do Corda, Lago da Pedra e São Luís.

Futebol Maranhense

Sampaio já tem novo time; nomes

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

Depois da barca de demissões, que ainda promete cenas para os próximos capítulos, o presidente do Sampaio, Sérgio Frota, deixou escapar que já tem montado um novo time. Esse novo elenco vem sendo costurado novamente sob suas mãos, mas agora tem um coautor – o técnico Léo Condé. Com carta branca do mandatário tricolor, o treinador mineiro já tem seu selecionado de jogadores com acordo verbais, que terão apresentação assim que a Bolívia Querida voltar às suas atividades.

Entre os vários nomes, dois escaparam… Trata-se do zagueiro Flávio Boaventura, ex-São Bento-SP, e do volante Léo Costa, que estava na Patrocinense-MG. Ambos com aval total de Condé. A confirmação partiu do próprio presidente do Sampaio, Sérgio Frota.

“(O Léo Costa) é um jogador que está na relação do técnico Condé. Ele está apalavrado. Mas a gente só fecha quando assina um contrato. Eu conversei com ele (Flávio Boaventura). Não estou parado. Tenho uma lista de nomes”, confirmou o presidente do Sampaio que diz ter conversas diárias com Condé.

A ficha completa dos dois atletas você confere em matéria do globoesporte.com.

Futebol Maranhense

Imperatriz na pandemia: salários em dia, reduções e dinheiro da CBF

O Blog do Afonso Diniz tem realizado um grande giro a respeito da situação financeira e estratégias montadas dos clubes maranhenses para escapar da crise causada pela situação pandêmica do novo coronavírus. Fizemos um levantamento a respeito do Imperatriz, atual campeão maranhense e representante do estado na Série C do Brasileiro.

De acordo com informações disponibilizadas pelo vice-presidente do clube, Rodrigo Oliveira, os salários do clube estão em dia. Segundo ele, houve uma redução no ordenado dos atletas de 50%.

“Até aqui seguimos com os contratos vigentes. Os 200 mil que a CBF nos mandou de forma emergencial, que seria pra 2 meses de folha, acertamos com os atletas pagarmos 50% do salário. Foi pouco dinheiro que fizemos tornar-se muito. Salários estão 100% em dia, porém para a próxima folha já estamos preocupados, pois o clube estancou todo tipo de arrecadação, devido a pandemia. O ideal seria a CBF realizar outra ajuda pontual, caso contrário não teremos que achar outra saída”, disse Oliveira que informa que vem mantendo pagamento em dia de um grupo de 26 atletas.

Na temporada 2020 o Imperatriz defende o título do Campeonato Maranhense e antes da paralisação da competição ocupava a quinta colocação. Além do Estadual, o clube tem o Brasileiro da Série C pela frente.

Futebol Maranhense

Rescisões em massa do Sampaio esbarram em quatro atletas

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação

A série de tratativas para rupturas contratuais com jogadores segue sendo o principal foco do Sampaio. O clube praticamente já realizou todas as rescisões que pretendia, mas ainda embarra em negociações com quatro atletas.

O Blog do Afonso Diniz recebeu a informação que além de Paulo Sérgio outros três atletas não entraram em acordo. São eles: o goleiro João Gabriel, o zagueiro Marcão e o atacante Roney.

Os dois primeiros chegaram ao Sampaio por meio de empréstimo, Marcão pelo Marítimo (Portugal) e João Gabriel pelo Vitória-BA. O Sampaio tem articulado negociações com esses clubes que até então estão irredutíveis, segundo levantamos.

Já Roney teve um contato inicial proposto pelo Sampaio, mas o atleta se recusou a negociar pessoalmente e encaminhou o diretor jurídico do clube, Perez Paz, para contatar com seu procurador. Ainda não houve acordo do clube com o empresário do atacante.

Roney tem contrato com o Sampaio até o fim da temporada 2021. Ano passado, o clube fez uma articulação financeira para contratá-lo em definitivo após o destaque do jogador na campanha do acesso da Série C 2019.

Na contramão dessas rescisões, o Sampaio tem acertado reduções salariais e decidiu permanecer com atletas com contratos que superam a temporada 2020 e tem possibilidades de negociações futuras. É caso de Matheus Lima, já adiantado aqui, e deve ser o caso, por exemplo de Luan. Thiago Santos ainda é uma indefinição.