Futebol

Moto x Vitória: escalações e arbitragem

A noite desta quarta-feira (13) será marcada por um encontro de rubro-negros na primeira fase da Copa do Brasil 2019. Moto Club e Vitória entram em campo às 21h15 (hora local), no estádio Castelão, em busca da vaga e da boa grana que ela reserva.

Por força o regulamento para o Moto Club tem a obrigação de vencer. Enquanto que o Vitória classifica se conseguir um simples empate.

Este já é o segundo encontro do times na temporada 2019. Pela Copa do Nordeste, no Barradão, os rubro-negros empataram em 1 a 1.

A partida terá transmissão em tempo real pelo GloboEsporte.com e pela Rádio Mirante AM. Confira arbitragem e as escalações para o duelo.

Moto: Rodolfo; Diego Renan, Lucas Dias, Alisson e Matheus Mendes; Lucas Hulk, Naílson e Juninho Arcanjo; Evandro Russo, Danilo Galvão e Márcio Diogo (Gleissinho). Téc. Wallace Lemos.

Vitória: Ronaldo; Matheus Rocha, Ramon, Edcarlos e Jeferson; Leandro Vilela, Rodrigo Andrade, Yago e Ruy; Léo Ceará e Erick. Téc. Marcelo Chamusca.

Arbitragem: Eduardo Valadão (GO), Leone Rocha (GO), Hugo Corrêa (GO) e Paulo Mourão (MA).

Futebol

Em jogo fraco, Imperatriz é eliminado pelo Náutico na Copa do Brasil

Foto: Náutico/ Divulgação

Em uma partida muito abaixo tecnicamente, o Imperatriz decepcionou os mais de sete mil torcedores que compareceram na noite desta terça-feira (12) no Frei Epifânio D’abadia. O Cavalo de Aço ficou no empate de 1 a 1 com o Náutico e se despediu da Copa do Brasil 2019.

O Náutico abriu o placar aos 45 da etapa inicial com André, após cobrança de falta. O empate do Imperatriz só veio aos 47 do segundo tempo com Daniel Barros, de pênalti.

O destaque negativo ficou para falha de Jean no gol de falta do Náutico e os dois gols perdidos por Júnior Chicão. Pois de toda forma, mesmo apresentando um fraco futebol, o Colorado teve totais condições de eliminar o também fraco time pernambucano.

Na próxima fase o Náutico enfrenta o vencedor de Sinop e Santa Cruz. O Imperatriz se volta totalmente para o Campeonato Maranhense, onde neste sabado (16), recebe o MAC, às 19h30, novamente no Frei.

Futebol

Imperatriz x Náutico: escalações e arbitragem

A noite desta terça-feira (12) será marcada por uma grande decisão entre alvirrubros nordestinos. Em duelo pela primeira fase da Copa do Brasil 2019, Imperatriz e Náutico se enfrentam às 20h30 (horário local), no Frei Epifânio D’abadia.

O jogo tem o fator eliminatório por conta do regulamento da competição. A vaga para próxima fase é definida em jogo único e por ser visitante o Náutico joga pelo empate. Ao Cavalo de Aço só a vitória interessa.

A partida poderá ser assistida peplo GloboEsporte.com e também terá transmissão da Rádio Mirante AM. Confira escalações e arbitragem para o duelo.

Imperatriz: Jean; Gabriel, Anderson, Renan Dutra e Jeff Silva; Tibiri, Daniel Barros, João Neto e Lucas Silva; Kaká e Júnior Chicão. Téc. Ruy Scarpino.

Náutico: Bruno; André Krobel, Rafael Ribeiro, Suéliton e Gabriel Araújo; Jorge Jiménez, Lucas Paraíba, Luiz Henrique e Robinho; Wallace Pernambucano e Jorge Henrique. Téc. Márcio Goiano.

Arbitragem: Ivan da Silva (AM) apita o jogo, auxiliado por Uesclei Reginson (AM) e Alexsandro Lira (AM).

Futebol

Sampaio e Moto contra os alagoanos: escalações e arbitragens

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Na noite deste domingo (3) os dois principais times maranhenses duelam contras as duas principais equipes alagoanas pela Copa do Nordeste. No Castelão, o Sampaio Corrêa recebe o CSA, e, no Rei Pelé, o Moto Club visita o CRB. Ambos os confrontos serão realizados às 19h30 (horário do Nordeste).

As quatro equipes não vivem um bom momento na competição, pois nas duas rodadas anteriores não conseguiram vitória. Moto, CSA e CRB, em contrapartida, não perderam e somaram até aqui dois pontos. A pior situação é a do Sampaio que tem apenas um ponto.

Ainda neste domingo (3) outros dois times maranhenses entram em campo. Pelo Estadual, São José e MAC se enfrentam no Serejão, em Rosário, às 15h30.

Os jogos terão transmissão do GloboEsporte.com e da Rádio Mirante. Confira escalações e arbitragem das partidas.

Sampaio: Rodrigo Santos; Yan, Moisés, Paulo Sérgio e Rômulo; Dedé, João Felipe, Medina e Talison; Edgar e Maxuell Samurai. Téc. Flávio Araújo.

CSA: João Carlos; Joazi, Gerson, Castan e Pedro Rosa; Amaral, Dawhan, Didira, Régis e Matheus Sávio; Patrick Fabiano. Téc. Marcelo Cabo.

Arbitragem: o árbitro do jogo será Léo Simão Holanda, com as assistências de Anderson Moreira de Farias e Renan Aguiar da Costa. O trio é cearense. O quarto árbitro é Paulo José Sousa Mourão, do Maranhão.

 

Moto: Rodolfo; Gleisinho, Lucas Dias, Alisson e Mateus Mendes; Nailson, Lucas Hulk, Juninho Arcanjo e Márcio Diogo; Evandro Russo e Danilo Galvão. Téc Wallace Lemos.

CRB: Edson Mardden; Ferrugem, Matheus Damasceno, Wellington Carvalho, Edson e Igor; Claudinei, Mateus Silva, Felipe Menezes e Guilherme; Hugo Sanches e Victor Rangel. Téc Roberto Fernandes.

Arbitragem: o árbitro será Cláudio Francisco Lima e Silva, com assistências de Eric Nunes Costa e Thiago Emanuel Reis de Albuquerque. O trio é de Sergipe. O quarto árbitro é José Reinaldo Figueiredo da Silva Filho, de Alagoas.

 

Futebol

Balão: Sampaio anuncia meia apresentado pelo River-PI

Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Coisas do mercado da bola. O Sampaio Corrêa aplicou o famoso ‘balão’ no River-PI envolvendo o meia Medina. Ocorre que a Bolívia Querida anunciou neste sábado (26) a contratação do jogador, que foi apresentado esta semana pelo River-PI.

Apesar da apresentação do jogador feita pelo River-PI, Medina já desembarcou em São Luís e na tarde deste sábado acompanha o jogo do Tricolor contra o Confiança, pela Copa do Nordeste. A apresentação do jogador acontecerá na segunda-feira, às 15h00, no CT José Carlos Macieira.

Em contato com o Blog do Afonso Diniz, o gerente de futebol do River-PI, Daniel Menezes, disse que entrou em um acordo com o Sampaio para liberação do atleta, por se tratar de uma melhor proposta. Segundo Menezes, o Galo foi ressarcido dos gastos com o atleta.

Luiz Carlos Medina tem 26 anos, 1m72 e é natural de Jaraguá do Sul-SC. Além do River-PI, o jogador já esteve no Bangu-RJ, Náutico-PE, União Barbarense-SP, Guarani-SP, Mirassol-SP, Avaí, Ituano-SP, Chapecoense-SC e Juventus-SC, onde foi formado. Além disso, o atleta também já esteno futebol mexicano, quando vestiu a camisa do Potros. Além de Medina, o Sampaio ainda estuda a contração de um lateral-esquerdo.

Futebol

Sampaio x Confiança: escalações e arbitragem

Em jogo válido pela segunda rodada da Copa do Nordeste 2019, Sampaio e Confiança se enfrentam na tarde deste sábado (26), às 16h, no estádio Castelão. A partida marca o encontro de duas equipes que começaram mal a competição e buscam reabilitação.

Do lado tricolor o pensamento é esquecer a goleada sofrida pelo Ceará por 5 a 0 na estreia do Nordestão e se inspirar nos dois últimos jogos pelo Estadual, onde saiu com vitórias sem tomar gols. O Confiança também perdeu na primeira rodada, mas em casa, sendo derrotado pelo Salgueiro por 1 a 0. Assim como a equipe maranhense, o Dragão também vai bem no Estadual. Até aqui foram também dois jogos e duas vitórias.

O Sampaio tem apenas uma dúvida na escalação da equipe se João Felipe volta a titularidade ou se Patrick Mota segue no time. No Confiança, o técnico Betinho tem promovido um rodízio ao longo da temporada e não repetiu sequer uma vez a escalação.

A partida será transmitida pelo GloboEsporte.com e pela Rádio Mirante AM. Confira escalações e arbitragem para o duelo.

Sampaio: Rodrigo Santos; Yann, Douglas, Wanderson e Rômulo; Dedé, Patrick (João Felipe), Talisson e Eloir; Christian e Maxuel. Téc. Flávio Araújo.

Confiança: Genivaldo; Ângelo, João Paulo, Vinicius Simon e Altemar; Jardel, Rafael Villa, Felipe Lima e Ítalo;  Kível e Tito. Téc. Betinho.

Arbitragem: Diogo Pombo (BA) apita o jogo, auxiliado por José Carlos (BA) e Carlos Vidal (BA).

Futebol

Passeio: Ceará goleia Sampaio com facilidade

FOTO: LC MOREIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

Com absurda tranquilidade, o Ceará goleou o Sampaio na noite desta quinta-feira (17) pela primeira rodada da Copa do Nordeste 2019. Jogando na Arena Castelão, o Tricolor foi presa fácil e acabou tomando um sacode de 5 a 0 do Vozão.

O primeiro gol da partida veio somente no fim do primeiro tempo, com Felipe Baxola, aos 42. A goleada cearense foi complementada na segunda etapa com gols de Vitor Feijão, aos sete, Ricardinho, aos 17, e Ricardo Bueno, aos 42 e 46.

O atual campeão da Copa do Nordeste estreou sendo goleado e abre a competição com a lanterna do Grupo A. O Ceará pelo outro lado agora é o líder da Chave B.

Análise

Apesar de ter realizado o último treino abrindo mão do terceiro zagueiro, o técnico Flávio Araújo insistiu com a trinca de zaga, desta vez com Rafhael. O sistema bateu cabeça e o Ceará teve facilidade para tramas de suas jogadas. Pareceu treino.

O Sampaio se fechou todo com sua linha de cinco e achei que pela postura tática até demorou para sofrer o primeiro gol. Depois, tentou até sair pro jogo, mas não apresentou uma saída de bola de mínima qualidade e com uma fraca transição não chegou a sequer fazer o goleiro do Ceará trabalhar em pelo menos uma defesa difícil.

O técnico Flávio Araújo até tentou fazer alterações de peças para mudar este panorama. Porém, pecou no X da questão. O problema não eram as peças e sim o sistema. Era inviável jogar com três zagueiros nesse jogo. Isso ficou ainda mais visível após o primeiro gol cearense. O Alvinegro teve tanta facilidade, que botou o pé no freio na parte final do jogo. O técnico Lisca chegou a fazer mudanças para dar oportunidade a atletas da base. Ficou um jogo com ritmo de treino, pois cabia muito mais. Muito mesmo.

Precisa melhorar bastante o time tricolor em suas peças e nas escolhas táticas do técnico Flávio Araújo. Mas não é momento de caças às bruxas. É preciso tranquilidade e saber que o Sampaio tem um grande desafio a superar, pois resolveu fazer a maior reformulação dos últimos tempos.

Neste domingo (20) a responsabilidade total é de uma boa vitória contra o São José no Maranhense. Jogo marcado para o Castelão para às 16h. É trabalhar para tentar esquecer esse baile. Pois assim como Dedé, capitão time, falou ao fim do jogo: “foi uma vergonha”.