Notícia

Mega-Sena pode pagar mais de R$ 80 milhões nesta quarta (26)

Acumulada, a Mega-Sena pode pagar um prêmio estimado em R$ 80 milhões nesta quarta-feira, 26. O sorteio do concurso 2.375 será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias CAIXA, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP).

As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio nas lotéricas de todo o país, pelo portal Loterias CAIXA (www.loteriasonline.caixa.gov.br), no app Loterias CAIXA ou por meio do Internet Banking CAIXA para clientes do banco.

Caso apenas um apostador leve o prêmio da Mega-Sena e aplique todo o valor na Poupança da CAIXA, receberá R$ 127,2 mil de rendimento no primeiro mês. Se preferir investir em automóveis, o prêmio seria suficiente para adquirir 320 carros de luxo, custando R$ 250 mil cada. O valor de uma aposta simples na Mega é de R$ 4,50.

Notícia

Em reunião, Octávio Soeiro e Jefferson Portela garantem maior segurança no São Cristóvão

O vereador e 1º secretário da Câmara de São Luís, Octávio Soeiro (Podemos), se reuniu nesta segunda-feira (24), com o secretário de estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, e com o alto comando da Polícia Civil e Militar do Maranhão.

A pauta do encontro, foi as ações que visam diminuir o número de assaltos na região do São Cristóvão, assunto que o vereador tem lutado em seu mandato.

“Essa reunião foi muito bem conduzida pelo secretário, que nos deu a garantia de que nos próximos dias haverá um grande esforço para conter essa onda de assaltos na região. Um apelo da comunidade e que foi prontamente atendida”, destacou.

Ao receber a visita do parlamentar, o secretário de Segurança Jefferson Portela, afirmou que o sistema de segurança fará uma pronta intervenção para garantir a paz e a tranquilidade na região.

Notícia

Vacinação contra a influenza no Terminal do São Cristóvão a partir desta quinta-feira (20)

A Prefeitura de São Luís iniciará, nesta quinta-feira (20), a vacinação contra a Influenza dos grupos prioritários, no Terminal do São Cristóvão (situado na Avenida Lourenço Vieira da Silva). A ação faz parte do cronograma montado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), para garantir que mais pessoas sejam imunizadas contra a doença e para que a capital maranhense atinja a meta de vacinação. 

“A imunização contra a doença faz parte do ciclo vacinal. Aqui em São Luís, a gestão do prefeito Eduardo Braide disponibilizou doses em todas as unidades de saúde e também levou para os terminais de integração, para que o cidadão que esteja inserido no grupo prioritário da campanha, possa se vacinar ainda mais rápido”, disse o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes. 

As equipes da Coordenação de Imunização seguirão com a aplicação das doses na sexta-feira (21), das 8h30 às 17h, e no sábado (22 de maio), das 8h ao meio-dia. A vacinação nos terminais de Integração de São Luís estão acontecendo desde a última quinta-feira, dia 13 de maio, atendendo, nesta segunda etapa, a gestantes e puérperas com 45 dias de parto, além de trabalhadores de saúde (ativos e de instituições hospitalares), idosos com 60 anos ou mais e professores de escolas públicas e privadas. Para a vacinação, basta levar documento com foto e a carteira de vacinação.               

A vacinação segue a preconização do Ministério da Saúde (MS), que não recomenda a aplicação das duas doses – Influenza e Covid-19 – de forma simultânea. A orientação, neste momento, é priorizar a imunização contra a Covid-19 e as pessoas que fazem parte do grupo prioritário para a vacinação contra Influenza e que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19 devem priorizar a dose contra o coronavírus.

“Mesmo com a orientação sobre priorizar a vacinação contra a Covid é fundamental que as pessoas, também, estejam imunizadas contra outras doenças, obedecendo o intervalo necessário para a vacinação, nos casos especificados”, pontuou Joel.

Nesta quarta-feira, dia 19 de maio, foi o último dia de vacinação no Terminal da Cohab. Antes, as equipes de imunização estiveram por três dias no Terminal da Praia Grande. Já entre os dias 24 a 26 de maio, das 9h às 17h, equipe itinerante da influenza da Semus aplicará doses no Terminal da Cohama (na avenida Daniel de La Touche) e, por fim, nos dias 27 e 28, das 9h às 17h, será a vez do Terminal do Distrito Industrial, na BR-135.

A imunização nos terminais conta com a parceria da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) nas atividades de organização e apoio logístico da campanha, dos bombeiros civis e equipes da Guarda Municipal no transporte das doses. 

Orientação

As crianças entre seis meses e menores de seis anos (cujos pais ou responsáveis perderam o prazo anteriormente estipulado para vacinação) estão sendo imunizadas preferencialmente em um dos 62 locais de vacinação disponíveis na capital, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Os demais públicos também poderão ser vacinados, contra a influenza, nestes pontos.

  • Públicos contemplados com a vacinação contra a Influenza
  • Crianças entre seis meses e menores de seis anos (cujos pais ou responsáveis perderam o prazo anteriormente estipulado para vacinação)
  • Gestantes e puérperas com 45 dias de parto
  • Trabalhadores de saúde (ativos e de instituições hospitalares)
  • Idosos com 60 anos ou mais
  • Professores de escolas públicas e privadas
Notícia

Vacinação contra Covid-19 na Zona Rural de São Luís

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), disponibilizou um posto de vacinação contra a Covid-19 para idosos a partir dos 60 anos que vivem na Zona Rural. O ponto fica no Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT) Distrito Industrial, localizado no KM 5 da BR-135, no bairro Tibiri. O espaço atenderá até esta terça-feira (18), das 8h às 17h. 

A disponibilização do posto faz parte das estratégias da Prefeitura de São Luís para descentralizar e facilitar o acesso da população à vacina contra Covid-19. Para o secretário Municipal de Saúde, Joel Nunes, a ampliação da cobertura vacinal a este público específico é um compromisso da atual administração.

“São Luís tem avançado na imunização dos grupos-alvos do plano nacional. Essa é a meta da gestão do prefeito Eduardo Braide, de que a imunização contra a Covid chegue a cada vez mais pessoas em nossa cidade. Para isso, montamos um planejamento com a identificação do público e a logística que envolve as equipes da saúde, do Sesi e de outros órgãos do Município, para que os idosos pudessem estar sendo vacinados nestes dois dias”, disse. 

Foto: DivulgaçãoA dona de casa Zilma Rodrigues, 60 anos, aproveitou a facilidade para se proteger contra o coronavírus. “Eu ainda não tinha me vacinado pois da Vila Sarney, onde eu moro, para os locais de vacinação é complicado o deslocamento. Mas, com um posto aqui perto de casa, ficou mais fácil me proteger dessa doença”, comentou. 

O carpinteiro José Ribamar Bispo Monteiro, 63 anos, também saiu do local vacinado. “É muito importante para a gente que é idoso se proteger contra essa doença. Eu ainda não tinha vacinado porque aqui para a gente tudo é longe, mas com o posto aqui na BR ficou bem melhor”, disse. 

Foto: DivulgaçãoAntes da execução deste trabalho, as 13 Unidades Básicas de Saúde (UBS) que compõem o território ativo do distrito específico da Zona Rural foram mobilizadas na busca ativa por pessoas que ainda não haviam sido imunizadas contra o coronavírus. Os idosos beneficiados se cadastraram previamente na plataforma “#VacinaSãoLuis”, disponível no site da Prefeitura de São Luís.

“Aquelas pessoas que, por algum motivo, não conseguiram efetuar a inscrição na plataforma são cadastradas na hora do atendimento. Para isso, basta apresentar um documento de identidade com foto”, informou o secretário de saúde de São Luís. 

Para o deslocamento do público com maior dificuldade de acesso, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) disponibilizou ônibus próprios para o transporte das pessoas. Já o transporte dos lotes, organização e apoio na segurança da vacinação foi feito pela Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), por meio da Guarda Municipal.  

Notícia

Vacinação contra H1N1 nos Terminais de Integração de São Luís

A Prefeitura de São Luís iniciou, nesta quinta-feira (13), a vacinação contra H1N1 nos Terminais de Integração de São Luís. A medida visa ampliar o atendimento ao público-alvo da campanha, facilitando o acesso da população à vacina. Neste primeiro dia, as equipes atenderam no ponto de imunização instalado no Terminal de Integração Praia Grande. No local, as doses estarão disponíveis até o sábado (15) e o atendimento será feito das 9h às 12h e das 13h às 17h. 

“Temos mais de 60 postos de vacinação funcionando nas nossas unidades básicas de saúde. Para facilitar o acesso também estamos disponibilizando a vacina nos terminais de integração, que são locais de grande fluxo de pessoas diariamente. Começamos pela Praia Grande e vamos seguir para todos os terminais, conforme cronograma da campanha”, assegurou o prefeito Eduardo Braide. 

Nesta segunda etapa da campanha, que começou na terça-feira (11), estão sendo vacinados idosos a partir dos 60 anos e professores das redes pública e privada. A recomendação do Ministério da Saúde é que para tomar a vacina contra H1N1 e contra a Covid-19 seja respeitado o intervalo de 14 dias. E se a pessoa estiver com sintomas de resfriado, deverá esperar a melhora do quadro clínico. 

O atendimento no Terminal de Integração Praia Grande acontece nesta quinta-feira (13) e na sexta-feira (14) das 9h às 12h e das 13h às 17h. Já no sábado (15) as equipes de vacinação estarão no local das 8h30 às 12h. 

“O nosso objetivo é ampliar a possibilidade de proteção contra a influenza”, disse o secretário municipal de Saúde, Joel Nunes.

O serviço de vacinação contra H1N1 nos terminais de integração agradou a aposentada Maria das Neves Moreira Cruz, 62 anos. “Vim ao Centro resolver uns assuntos de casa e já aproveitei para me vacinar. Nesse período de coronavírus toda proteção para nossa saúde é muito importante”, destacou. 

A professora Rejane Rabelo Moreira, que trabalha na Escola Comunitária Maria Madalena, no bairro Santa Clara, também aproveitou a passagem pelo terminal para se imunizar.

“Para a gente que trabalha com criança é muito importante estar protegida contra todo tipo de gripe. Por isso, quando cheguei aqui e vi o ponto de vacinação, já aproveitei”, comentou.

Campanha 

Pelo cronograma da campanha contra H1N1/Influenza, a segunda fase se estenderá até o dia 8 de junho. Ao todo, estão disponíveis para imunização 62 pontos de vacinação nas unidades básicas de saúde municipais, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. 

Na primeira etapa, foram contempladas crianças entre seis meses e menores de seis anos, além de gestantes e puérperas (com 45 dias de parto) e trabalhadores de saúde. A Semus também está vacinando este público que perdeu os prazos de chamamento da primeira fase da campanha, nos postos de saúde da capital. A campanha começou no dia 12 de abril deste ano e já foram aplicadas mais de 50 mil doses na capital.

Apoio 

A vacinação nos terminais de integração conta com apoio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) com orientadores e bombeiros civis para ordenar as filas, tirar dúvidas da população e prestar outras informações. Durante todo o período de atendimento, serão tomadas as medidas sanitárias necessárias como o distanciamento social e uso do álcool em gel.

Veja o calendário de atendimento nos terminais de integração:

  • Terminal da Praia Grande – dias 13 e 14, das 9h às 17h; dia 15, das 8h30 às 12h; 
  • Terminal da Cohab/Cohatrac: dias 17 a 19, das 9h às 17h; 
  • Terminal do São Cristóvão: dias 20 e 21, das 9h às 17h; dia 22, das 8h às 12h;
  • Terminal da Cohama/Vinhais: dias 24 e 26, das 9h às 17h;
  • Terminal do Distrito Industrial: dias 27 e 28, das 9h às 17h.
Notícia

Pagamento do ICMS é prorrogado no Maranhão

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na sessão plenária desta terça-feira (11), a Medida Provisória 348/2021, que dispõe sobre a prorrogação dos prazos de pagamento do ICMS por contribuintes enquadrados no Simples Nacional e do relativo à diferença de alíquota nas aquisições de outros estados e do Distrito Federal.

As medidas propostas pela MP visam amenizar os efeitos econômicos e sociais causados pela pandemia da Covid-19 na economia maranhense. A matéria foi encaminhada à promulgação pelo presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PCdoB), que presidiu a sessão.

A MP dispõe que fica prorrogado para datas que variam de 20/07/2021 a 20/12/2021 o prazo de pagamento do ICMS por contribuintes enquadrados no regime de tributação do Simples Nacional, em obediência ao disposto na Resolução 158, de 24 de março de 2021, do Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), relativamente aos períodos de apuração março, abril e maio de 2021. O imposto poderá ser pago em até duas parcelas mensais, iguais e sucessivas.

Quanto ao ICMS relativo à diferença de alíquota nas aquisições de outros estados e do Distrito Federal, relativamente aos períodos de apuração março, abril e maio de 2021, poderá ser pago em parcela única até as datas de 20/08/2021, 20/10/2021 e 20/12/2021, correspondentes, respectivamente, aos meses de março, abril e maio.

Justificativas

Na mensagem encaminhada à Assembleia, o governador Flávio Dino (PCdoB) justifica que as duas medidas contempladas na MP visam estimular o setor econômico e somam-se a uma série de outras já adotadas para estimular a recuperação da economia maranhense, bem como garantir direitos sociais fundamentais.

Notícia

Prefeitura de São Luís inicia nova etapa de vacinação contra Influenza nesta terça-feira (11)

A Prefeitura de São Luís inicia, nesta terça-feira (11), nova etapa da vacinação contra a Influenza/H1N1 na capital maranhense. Serão imunizadas contra a gripe, pessoas com 60 anos ou mais e professores de escolas públicas e privadas. Pelo cronograma da campanha, a segunda fase se estenderá até o dia 8 de junho. Ao todo, estão disponíveis para imunização 62 pontos de vacinação, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. 

“Neste momento de pandemia que estamos atravessando é de fundamental importância que todos os que estejam contemplados como público-alvo da campanha de imunização contra a gripe compareçam às nossas unidades de saúde para que sejam vacinados. Só assim podemos combater de forma mais eficaz as síndromes respiratórias comuns nesta época do ano”, ressaltou o prefeito Eduardo Braide. 

Na primeira etapa, foram contempladas crianças entre seis meses e menores de seis anos, além de gestantes e puérperas (com 45 dias de parto) e trabalhadores de saúde. A campanha começou no dia 12 de abril deste ano e já foram aplicadas mais de 50 mil doses. 

Foto: DivulgaçãoMaria do Carmo Barbosa é técnica de enfermagem e deixou para se vacinar no último dia do seu grupo por um bom motivo. “Estava cumprindo o intervalo de 15 dias da segunda dose da vacina da Covid-19 para tomar a da H1N1”, explicou. 

Grávida de 38 semanas do segundo filho, Keliane da Silva também deixou para se imunizar no final da etapa destinada às grávidas. “Demorei, mas vim me vacinar para garantir minha saúde, principalmente nesse momento”, afirmou a autônoma, mãe do pequeno Rhyan Miguel, de 3 anos, que também tomou a vacina da H1N1. 

O secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, explica que apesar da nova etapa, quem estiver incluso no público-alvo da primeira fase e por algum motivo não se vacinou, pode comparecer em qualquer um dos postos do Município normalmente.

“A vacinação contra a gripe é de suma importância e necessária para a proteção imunológica e o público-alvo basta comparecer aos postos e locais de vacinação da cidade para receber a imunização”, disse o secretário.

Terceira fase

De acordo com o cronograma oficial, a terceira fase da campanha contra a Influenza/H1N1 começará no dia 9 de junho e fazem parte deste grupo as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, as pessoas com deficiência permanente, povos indígenas, além das forças de segurança e salvamento e forças armadas. 

Também constam no público-alvo da vacina caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano de longo curso, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade.

Mais – UNIDADES E LOCAIS COM VACINA INFLUENZA POR DISTRITO

  • C.S da Liberdade               
  • Centro de Saúde Paulo Ramos
  • C.S Bezerra de Menezes               
  • USF do São Francisco               
  • C.S. Vila Bacanga              
  • U. M. Itaqui Bacanga               
  • C. S. Clodomir P. Costa               
  • C. S. Valdecy Eleoteria Martins              
  • C. S. São Raimundo               
  • C. S Yves Parga               
  • C.S. Vila Nova               
  • Hospital Aquiles Lisboa               
  • C.S. da Vila Embratel               
  • C.S. do Gapara               
  • C.S Bairro de Fátima               
  • U.M Coroadinho               
  • C.S Carlos Macieira               
  • PSF Dr. Antonio Guanaré               
  • Posto de Saúde do Anil               
  • C.S Genésio Ramos Filho               
  • C.S Cohab – Anil               
  • C.S Salomão Fiquene
  • C.S Djalma Marques               
  • C.S Turu               
  • Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes              
  • UBS Cintra              
  • C. S Genésio Rego               
  • APAE no Outeiro da Cruz              
  • C.S. Amar               
  • Policlínica do Vinhais               
  • C.S. Radional               
  • C. S. da Vila Lobão
  • C.S. João de Deus              
  • U.M. São Bernardo              
  • Policlínica C. Operária              
  • C.S Santa Bárbara              
  • C. S. Drª Nazaré Neiva              
  • USF Dr.Antonio Carlos S. Reis I              
  • USF Maria Ayrecila II              
  • USF Jailson Alves III              
  • USF Santa Clara               
  • USF Santa Efigênia               
  • C.S São Cristóvão              
  • USF Pirapora               
  • USF Fabiciana Moraes               
  • C.S Vila Janaina               
  • UBS Expedito Alves de Melo              
  • PS Coquilho              
  • C.S. Itapera               
  • C.S. Quebra Pote               
  • C.S. Tales Ribeiro Gonçalves              
  • USF Vila Sarney               
  • C.S. Pedrinhas I               
  • C.S. Pedrinhas II               
  • C.S. Tibiri               
  • C.S. Maracanã               
  • USF Coqueiro               
  • C. S. Jose de Ribamar Frazão               
  • C.S. Laura Vasconcelos               
  • C. S. Rio Grande (Mª de Lourdes)              
  • C.S Vila Itamar
  • CS João Paulo
Notícia

Prefeitura realiza força-tarefa para combater evasão escolar da rede municipal de São Luís

A Prefeitura de São Luís iniciou, nesta semana, uma força-tarefa para combater a evasão escolar na rede municipal de ensino. A ação, desenvolvida em todo o país pela Unicef, está sendo realizada em uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Rede de Territórios Educativos, com o apoio das secretarias municipais de Saúde (Semus) e Assistência Social (Semcas). 

“Solicitamos que pais e responsáveis procurem a Unidade de Educação Básica (U.E.B.) mais próxima, levando documentos para efetivarem a matrícula no próprio espaço escolar. É uma ação imediata que atua estrategicamente nas áreas de maior carência de matrícula”, informou a professora Lêda Santos, membro da Coordenação da Rede de Territórios Educativos e representante da Semed. 

A divulgação da nova etapa de matrículas, por meio de carro de som e rádios comunitárias já foi realizada nos núcleos Anil, Centro, Cidade Operária, Coroadinho, Itaqui-Bacanga, Bequimão/Turu e Zona Rural. 

Segundo a professora Carla Ribeiro, gestora da U.E.B Governador Jackson Lago, na Cidade Operária, “com a ação da Busca Ativa, a escola já conseguiu rematricular 30 alunos que não tinham retornado e mais 15 alunos novos”, disse a gestora. 

A força-tarefa envolve divulgações em carros de som, nos bairros e entornos das escolas com o objetivo de sensibilizar pais e alunos que ainda não efetivaram a matrícula ou rematrícula para o ano letivo 2021.

Aulas 

Por conta da pandemia, as aulas da rede municipal estão ocorrendo de forma remota. Os estudantes da rede têm acesso às aulas virtuais do Google Classroom, onde podem responder às atividades, ter acesso aos conteúdos usados em aula e materiais extras, além da interação e apoio em tempo real com seus professores pelo Google Meet. 

Para os estudantes que não possuem acesso aos meios digitais, a Semed também disponibiliza materiais e atividades impressas que são entregues nas escolas onde o aluno é matriculado. Outro benefício é o recebimento mensal do kit de alimentação que chega à mesa de milhares de famílias.

Notícia

Sistema de transporte urbano de São Luís ganha novos ônibus

O prefeito Eduardo Braide entregou, na manhã desta quinta-feira (6), 28 novos ônibus para reforçar a frota do sistema de transporte urbano de São Luís. Todos os ônibus incorporados ao Sistema Municipal de Transporte entraram em operação imediatamente, incrementando as linhas que circulam pelas regiões Itaqui-Bacanga, Zona Rural 2, Cidade Operária e São Raimundo. 

“Estamos entregando 28 novos ônibus que estão incrementando a frota de transporte urbano de São Luís nas regiões Itaqui-Bacanga, Zona Rural 2, Cidade Operária e São Raimundo. Não estamos fazendo substituição. Estamos ampliando a frota. Com isso vamos garantir mais conforto e mais qualidade para os usuários, além de mais segurança com a diminuição da aglomeração no transporte, algo fundamental neste momento de pandemia”, disse o prefeito Eduardo Braide. 

Foto: @Divulgação
Foto: @DivulgaçãoAcompanharam o prefeito Eduardo Braide durante a entrega dos novos ônibus, a primeira-dama, Graziela Braide; a vice-prefeita, Esmênia Miranda; e os secretários municipais de Trânsito e Transportes (SMTT), Cláudio Ribeiro; e da Pessoa com Deficiência (SEMEPED), Carlivan Braga. 

A vice-prefeita de São Luís, Esmênia Miranda, informou que a ampliação da frota é mais uma ação da Prefeitura de São Luís em atendimento às demandas da população.

“A nossa gestão tem tido o cuidado de ouvir a população, receber suas demandas e buscar soluções para os problemas. A entrega desses novos ônibus atende aos pedidos de melhoria e ampliação da frota para acabar com a superlotação nos veículos”, afirmou. 

Novos veículos 

Foto: @DivulgaçãoOs 28 novos veículos são equipados com ar-condicionado e adaptados para garantir acessibilidade com elevadores para uso das pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Os veículos possuem três portas que facilitam o embarque e desembarque de passageiros, sendo ideais para o uso nos terminais de integração. 

Do total de ônibus entregues nesta quinta-feira (6) pelo prefeito Eduardo Braide, 22 veículos são do Consórcio Central e beneficiarão as comunidades do polo Itaqui-Bacanga e Zona Rural 2 (Pedrinhas); os outros seis, que são do consórcio Upaon-açu, seguirão para as áreas Cidade Operária e São Raimundo. 

O titular da SMTT, Cláudio Ribeiro, afirmou que esta é a primeira de outras entregas que serão feitas em breve.

“Estas são regiões de grande adensamento populacional e onde a população cobra há muito tempo melhorias no sistema de transporte urbano, que agora chegam por determinação do prefeito Eduardo Braide. Esta entrega é a primeira de outras que serão feitas como parte das ações planejadas para melhorar o sistema de transporte urbano de São Luís”, comentou. 

Foto: @Divulgação

Benefícios 

River Sousa, presidente da União dos Moradores do Residencial Paraíso, um dos bairros da área Itaqui-Bacanga que será beneficiado com os novos ônibus, falou dos benefícios à população.

“Estes novos ônibus têm uma importância muito grande para os bairros da área Itaqui-Bacanga. É cada dia mais necessário que as comunidades sejam assistidas pelo poder público, incluindo a melhoria do transporte. Somos uma região com grande população e que depende muito do transporte coletivo para se deslocar. Esta ampliação vai trazer mais comodidade, mais segurança, para todos os usuários. Por isso, a região Itaqui-Bacanga agradece ao prefeito Eduardo Braide por esse olhar de cuidado para com a gente”, concluiu.

Notícia

Iniciada vacinação contra Covid-19 de pessoas com Síndrome de Down e com comorbidades em São Luís

A Prefeitura de São Luís iniciou, nesta terça-feira (4), a vacinação contra a Covid de pessoas com Síndrome de Down e pessoas com comorbidades. A imunização deste público está sendo realizada no Centro Municipal de Vacinação no Multicenter Sebrae, no Cohafuma. Para se vacinar é preciso estar cadastrado na plataforma #VacinaComorbidades. 

“São Luís é uma das primeiras cidades a começar a vacinação de pessoas com Síndrome de Down e com comorbidades relacionadas pelo Ministério da Saúde. Com o recebimento do lote de doses da Pfizer, avançamos em mais uma etapa do Plano Municipal de Vacinação. O trabalho coordenado pelo Município vem garantindo a continuidade na imunização desde o dia 19 de janeiro, quando iniciamos a campanha de vacinação contra a Covid em nossa cidade”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

A vacinação de pessoas maiores de 18 anos com Síndrome de Down e pessoas com comorbidades segue as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional de Imunização, que estabeleceu este público como um dos prioritários na imunização contra o novo coronavírus. Para o grupo, o Município está aplicando o imunizante da Pfizer e o intervalo entre as duas doses deve ser feito com 12 semanas, segundo recomendação do Ministério da Saúde.

Nesta terça-feira (4), estão sendo vacinadas pessoas com Síndrome de Down, grávidas e puérperas com comorbidades acima dos 18 anos; além de pessoas com 59 anos que tenham qualquer das comorbidades listadas pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional de Imunização. Pacientes renais crônicos (dialíticos) serão vacinados na unidade onde realizam as sessões de hemodiálise.

Lilia de Sousa dos Reis, 47 anos, tem Síndrome de Down e foi uma das vacinadas nesta terça-feira, o que trouxe alívio para sua família.

“A gente estava esperando esta vacina com muita ansiedade porque pessoas com Síndrome de Down já têm a imunidade baixa. Então, esta vacina é muito importante. A gente fica bem mais tranquilo agora. Depois da segunda dose vamos ficar totalmente aliviados”, disse José Oliveira dos Reis, pai de Lilia.

Quem também não perdeu tempo e já tomou a primeira dose do imunizante foi a empresária Cibele Esteves Batista Podavi, 39 anos, que está grávida e tem apenas um dos rins. “Uma gravidez chegando aos 40 anos já inspira maiores cuidados. No meu caso, que sou paciente renal, esta vacina é a garantia de que vou conseguir manter minha saúde e ter meu filho sem complicações. A gente fica bem mais tranquilo e com esperança de poder voltar à vida normal”, comentou. 

Calendário 

Foto: DivulgaçãoAs pessoas que estejam inseridas no grupo de comorbidades devem ficar atentas ao calendário de vacinação, que está disponível nos canais oficiais da Prefeitura nas redes sociais. Na quarta-feira (5) serão vacinadas pessoas a partir de 18 anos com Síndrome de Down, grávidas, puérperas, pacientes renais crônicos e pessoas com 57 e 58 anos que tenham qualquer das comorbidades do PNI. 

Na quinta-feira (6), serão vacinados pessoas a partir de 18 anos com Síndrome de Down, grávidas, puérperas, pacientes renais crônicos e pessoas com 55 e 56 anos que tenham comorbidades. 

Cadastro

Para garantir a vacinação, pessoas com Síndrome de Down e pessoas com comorbidades (doenças preexistentes que podem agravar o quadro de saúde em caso de infecção pela Covid-19) devem se cadastrar na plataforma #VacinaComorbidades (https://www.saoluis.ma.gov.br/vacinacomorbidades). 

Poderão ser vacinadas pessoas desse grupo que têm de 18 a 59 anos que atendem a orientação do Plano Nacional de Imunização, elaborado pelo Ministério da Saúde. É necessário apresentar no momento da vacinação o relatório médico ou laudo que comprove a comorbidade. Além disso, a pessoa que vai receber a vacina precisa levar para o local da imunização uma folha de triagem já preenchida, para agilizar o atendimento. Essa ficha está disponível na plataforma #VacinaComorbidades.