Futebol Maranhense

Honra ao “Guerreiro Desacreditado” que classificou dois times maranhenses no Brasileirão

Foto: Assessoria de Imprensa/SID.

Muita gente não acreditava, inclusive eu. Mas é de saltar os olhos o que Marcinho Guerreiro tem feito neste início carreira como treinador. Campeão maranhense com folga (quase invicto) e de quebra ainda classificou o Moto e o Imperatriz com antecedência para o mata-mata da Série D do Brasileiro. Sem contar com os trabalhos de “bombeiro” como interino no Moto que foram sempre além da expectativa.

Particularmente, não acreditava no Marcinho e tenho a impressão que esse era o pensamento da maioria das pessoas que convivem com o futebol local. Olhava nele apenas um ex-jogador que como treinador era motivador, mas o Guerreiro vai muito além disso.

Ninguém conquista tanta coisa em tão pouco tempo e com tão pouca experiência no cargo à toa. É mérito! Aliás, é preciso que se diga que todas essas conquistas foram em meio a tantos fatores adversos, principalmente no Moto Club.

Tem treinador de “grife” que não superaria esses obstáculos que teve o Marcinho e sequer chegaria perto a estas conquistas recente desse novo talento do futebol maranhense. A honra pelo Campeonato Maranhense conquistado e as vagas de Moto e Imperatriz tem no Guerreiro um personagem principal. E ponto!

Foto: Assessoria de Imprensa/SID.

Taticamente tem se mostrado também versátil. Inicialmente, via ele como um treinador que gostava de montar times de maneira reativa com aposta em linhas baixas e jogadores ofensivos de velocidade. Entretanto, o trabalho cheio de gols e ofensividade no Imperatriz tem mostrado que Marcinho mexe conforme a massa.

Como em toda profissão, veremos nele altos e baixos, tem muito e sempre terá o que apreender, mas, na minha leitura, vejo o Marcinho Guerreiro não mais como aquele “bombeiro” que chegava para contornar crise no Moto. O Guerreiro agora tem potencial para outras batalhas, pois estratégia é sim com ele. Sim, honra ao Guerreiro. A grata revelação do futebol maranhense.

 

Futebol

Cordino vence e Moto é derrotado

Dois times maranhenses entraram em campo na tarde deste domingo (20) no Brasileirão da Série D.  O Cordino venceu em casa o Interporto, por 2 a 1, e o Moto perdeu como visitante por 3 a  2 para Sparta-TO.

Coma vitória o Cordino adiantou sua classificação, mas ainda não está garantido no mata- mata da Série D. Já o Moto está garantido na fase seguinte da competição, entretanto, não tem a primeira colocação garantida.

Na próxima rodada, o Moto joga como madante, no Castelão, diante do Assu-RN. Já o Cordino visita o Ferroviário. Ambas as partidas acontecem às 18h.

Futebol Maranhense

Moto e Cordino entram campo neste domingo (20) pela Série D

Dois times maranhenses entram em campo neste domingo (20) pelo Brasileiro da Série D. O Cordino recebe o Interporto, no Leandrão, e o Moto Club visita o Sparta, no Mirandão. Ambos os confrontos acontecem às 16h.

Classificado, o Moto Club busca consolidar a primeira colocação de sua chave com uma rodada de antecedência. Já o Cordino ainda buscar seu passaporte para o mata-mata e uma vitória é fundamental.

As partidas terão acompanhamento da Rádio Mirante AM e do Globo Esporte.com. Confira as escalações dos times maranhenses.

Moto Club: Rodrigo Ramos; Diego Renan, Betão, Wanderson e Chico Bala; Rafael Santos, Romério e Everlan; Márcio Diogo, Val Barreto e Ricardo Maranhão.

Cordino: Pablo; Ricardinho, Da Silva, Jhonatan; Igor, Junior Negão, Emerson e Alison, Cris, Ulisses e Pedro Igor.

Futebol Maranhense

Série D: Moto carimba vaga, Imperatriz adianta e Cordino se embola

Os três maranhenses que disputam o Brasileiro da Série D entram em campo neste domingo (14). Fora de casa, o Moto Club empatou com o Altos-PI em 0 a 0, mesmo placar de Cordino e 4 de Julho, em Barra do Corda. O único vencedor dos maranhenses foi o Imperatriz, que goleou o Guarani de Juazeiro, por 4 a 0, no Frei.

Com os resultados, o Moto carimbou sua classificação, o Imperatriz deu grande passo e o Cordino se embolou ainda mais na chave. A próxima rodada acontece no próximo fim de semana.

No sábado, o Imperatriz recebe o Belo Jardim-PE, às 19h, no Frei Epifânio. No domingo, o Moto vai até Tocantins visitar o Sparta, no Mirandão, e o Cordino recebe o Interporto, no Leandrão. Ambos os confrontos às 16h.

Futebol Maranhense

Série D: Moto segue 100%, Cordino surpreende e Imperatriz arranca ponto

Foto: Lucas Almeida

Os três representantes maranhenses entraram em campo neste domingo (6) pela Série D do Brasileiro. Moto Club e Cordino venceram seus confrontos e o Imperatriz empatou.

Em casa, o Rubro-negro bateu o Altos, por 1 a 0, com gol de Victor Salvador. O Cordino foi até o Piauí para vencer o 4 de Julho, por 2 a 0, com dois gols de Ulisses. O Imperatriz ficou no 1 a 1 fora de casa com o Guarani de Juazeiro. Renan fez o gol do Cavalo de Aço.

Os times voltam a campo no domingo que vem (13). Os adversários serão os mesmos, com ambas partidas agendadas para às 16h.

Futebol Maranhense

Após jogo do Moto, Nhozinho será fechado e não recebe mais Brasileirão em 2018

Após o jogo entre Moto Club e Altos, neste domingo (6), pela Série D do Brasileiro, o estádio Nhozinho Santos será interditado e só voltará a receber partidas em novembro. O Colosso da Vila Passos passará por reformas estruturais e neste período não estará em funcionamento.

De acordo com a Prefeitura de São Luís, a previsão de reinauguração do Nhozinho Santos é para o dia 27 de novembro de 2018. Período em que à Série D já terá se encerrado e a única possibilidade de receber partidas seria pela Série B do Maranhense ou mesmo por uma segunda competição da FMF, que ainda não teve datas definidas, mas tem estimativa de realização neste período.

Entre os principais pontos que estarão na reforma constam itens estabelecidos por um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) imposto pelo Ministério Público, que ainda vem sendo cumprido após várias temporadas, modernização como troca de alambrado por tela de acrílico, gramado e iluminação para que o estádio possa voltar a receber partidas noturnas.

Futebol Maranhense

Moto Club tem novo treinador

Marcinho Guerreiro não é mais técnico do Moto Club. Após a demissão do diretor de futebol, Daniel Menezes, conviver com problemas financeiros e promessas não cumpridas, o preparador físico, Fábio Nogueira, e o treinador pediram desligamento do clube que já tem inclusive novo comandante.

O novo técnico do Moto Club é Luis Miguel, que disputou o Maranhense deste ano pelo São José e chegou as semifinais da competição. O treinador também já esteve em outras equipes maranhenses como MAC e Imperatriz.

De acordo com o próprio Luís Miguel a apresentação será realizada nesta quarta-feira (2). Lembrando que os atletas estão em greve por conta de salários atrasados. A diretoria do Moto ainda não se pronunciou de maneira oficial sobre a troca do comando técnico.