Futebol

Sampaio vence o São Bento, mas não evita rebaixamento na Série B

O clima antes do jogo já era melancólico. Antes mesmo de entrar em campo diante do São Bento, na noite deste sábado (10), no estádio Castelao, o Tricolor já sabia que estava matematicamente por conta do empate do CRB na rodada. A Bolívia Querida ainda conseguiu vencer a sua partida por 2 a 1, mas o sentido seguiu o mesmo por conta do já esperado veredicto do descenso.

Os gols da partida só saíram no segundo tempo. O Sampaio abriu com Jheimy, o São Bento empatou com Branquinho, e o Tricolor fez o gol da vitória com Fernando Sobral.

Com a vitória o Sampaio chegou a 18° posição com 35 pontos. Como só chega 41 e o CRB, primeiro time fora do Z-4, já tem 42 o time maranhense já está matematicamente rebaixada.

Sobre a leitura do jogo, o Sampaio voltou a apresentar aquela organização daqurla pequena arrancada na Serie B. Foi melhor o jogo todo, criou as melhores chances e poderia ter saido com um placar mais elástico. Entretanto, as bobeiras defensvisas seguem acontecendo, vide o gol marcado do São Bento.

Vida que segue e agora é jogar 2018 pensando em 2019. No próximo sábado tem jogo de novo no Castelão. Desta vez contra o também rebaixado, Boa Esporte, às 16h.

Foto: Lucas Almeida/L17 Comunicação
Futebol

Sampaio x São Bento: escalações e arbitragem

Em jogo válido pela 36ª rodada do Brasileiro da Série B, Sampaio Corrêa e São Bento se enfrentam na noite deste sábado (9). O duelo entre paulistas e maranhense será realizado no Castelão e está marcado para às 18h30.

O Sampaio Corrêa é virtual rebaixado e se segura apenas nos números dentro da Série B. Enquanto isso, o São Bento já não almeja mais nada dentro da competição, pois já garantiu sua permanência e não tem chance alguma de acesso.

No time tricolor uma série de mudanças. Andrey não vai para o jogo, pois foi afastado por conta de uma negociação e Busatto reassume a vaga no gol. Na lateral direita Bruno Moura segue mesmo com a volta de de Luís Gustavo, no meio campo Adilson perde posição para Diego Silva e Willian Oliveira volta a formação após lesão. No ataque, Misael reassume a posição que era do suspenso Matheusinho.

O São Bento deve contar com várias mudanças no time titular. A partir da próxima semana, vários jogadores ganharão férias antecipadas pensando na pré-temporada visando o Campeonato Paulista. Farão parte da lista os que possuem contrato para o próximo ano e os que negociam a renovação.

Sampaio: Busatto; Bruno Moura, Maracás, Joécio e Julinho, Diego Silva, William, Fernando Sobral e Eloir; Misael e Jheimy. Téc. Marcinho Guerreiro.

São Bento: Rodrigo Viana; Tony, Anderson Salles, Luizão e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Paulo Vinícius e Diogo Oliveira; Joãozinho, Branquinho e Ronaldo. Téc. Marquinhos Santos.

Arbitragem: Paulo Roberto Alves Júnior (PR); Luciano Roggenbaum (PR) e Luiz Souza Santos Renesto (PR).

Futebol

Sampaio protocola denúncia contra o São Bento

A exemplo do Paysandu na semana passada, o Sampaio Corrêa também protocolou uma denúncia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) contra o São Bento por conta de transferência de atleta de forma irregular no Campeonato Brasileiro da Série B 2018. A petição foi entregue nessa terça-feira e tem a mesma linha de raciocínio do clube paraense, que fala que o Bentão teria contratado de maneira irregular o atacante Gabriel Vasconcelos, que está emprestado à equipe de Sorocaba desde julho pelo Corinthians.

– Entendemos que houve um artifício para burlar o Regulamento Específico da competição, que impede um clube de receber mais de 5 atletas de outros clubes da Série B. O atleta, a nosso ver, participou de 5 jogos de forma irregular e isso precisa ser punido. Nessa reta final, uma posição na classificação pode ser fundamental para nossa permanência na Série B – disse diretor jurídico do Sampaio, Perez Paz, ao Blog do Afonso Diniz.

Ocorre, que para Paysandu e Sampaio, o São Bento extrapolou o número de contratações permitidas de jogadores que já estavam atuando na própria Série B, o que vai de encontro com o Art. 8º do REC (Regulamento Específico da Competição) da Segundona: “Uma vez iniciado o Campeonato, cada clube poderá receber até 5 (cinco) atletas transferidos de outros clubes da Série B. O atacante Gabriel Vasconcelos seria esse nome excedente.

Na denúncia, os clubes lembram que o São Bento já havia regularizado junto ao Boletim Informativo Diário (BID) da CBF os seguintes atletas: Douglas Mendes (Paysandu), Abuda (Figueirense), Samuel Santos (Figueirense), Tony (Ponte Preta) e Joãozinho (Vila Nova). Os clubes sustentam que mesmo o atacante Gabriel Vasconcelos pertencendo ao Corinthians o jogador iniciou a competição cedido pela Ponte Preta, onde fez um jogo na Série B 2018, contra o próprio time maranhense, ainda na 7ª rodada da competição. A devolução do atleta ao Corinthians só ocorreu na 17ª rodada do certame, posteriormente, o atleta foi transferido para o São Bento.

Neste momento, o São Bento é o 12º colocado, com 43 pontos. O primeiro clube dentro da zona de rebaixamento é o Juventude, que tem 35. Sampaio e Paysandu dizem que o jogador atuou em cinco partida e, se punido, o São Bento perderia 15 pontos.

O último colocado da Série B atualmente é o Boa Esporte com 29 pontos. Caso a perda de pontos do São Bento seja realizada, a equipe paulista seria o novo lanterna com 28.

O presidente do Bentão, Márcio Rogério Dias, disse estar tranquilo com relação ao assunto e prometeu também ir à Justiça, caso as denúncias sejam rejeitadas pela Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Futebol

São Bento-SP é denunciado, pode perder pontos e cair para lanterna da Série B

O Paysandu protocolou, nessa quinta-feira (25), uma notícia de infração na Procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). No documento, o clube paraense alega que o São Bento teria contratado de maneira irregular o atacante Gabriel Vasconcelos, que está emprestado à equipe de Sorocaba desde julho pelo Corinthians. A Procuradoria do STJD confirmou ter recebido a denúncia.

A argumentação do Papão é a de que o São Bento extrapolou o número de contratações permitidas de jogadores que já estavam atuando na própria Série B, o que vai de encontro com o Art. 8º do REC (Regulamento Específico da Competição) da Segundona: “Uma vez iniciado o Campeonato, cada clube poderá receber até 5 (cinco) atletas transferidos de outros clubes da Série B (…)”.

A denúncia protocolada pelo Paysandu afirma que o atacante Gabriel Vasconcelos foi este excedente, ou seja, a sexta contratação proveniente de outro clube da Série B. Antes, já havia anunciado Douglas Mendes (Paysandu), Abuda (Figueirense), Samuel Santos (Figueirense), Tony (Ponte Preta) e Joãozinho (Vila Nova).

A Procuradoria do STJD deve, agora, fazer uma consulta à CBF para entender a situação de Gabriel Vasconcelos. Caso aceite a denúncia, o São Bento pode ser punido com a perda de pontos na tabela na Série B. Ele atuou em cinco partidas.

O São Bento é atualmente o 14º colocado, com 40 pontos. O primeiro clube dentro da zona de rebaixamento é o Sampaio Corrêa, que tem 32. Caso receba a pena máxima sugerida pelo Paysandu – perda de 15 pontos –, cairia para a lanterna da competição.